InformativosNotícias Nacionais e InternacionaisPatriota Nacional

NOTA – ROMPIMENTO DAS BARRAGENS DE BRUMADINHO

NOTA DO PRESIDENTE NACIONAL ADILSON BARROSO

Quero através desta, lamentar profundamente a tragédia ocorrida pelo
rompimento das barragens da mineradora Vale, em “Brumadinho”, MG, na
última sexta-feira (25), e ao mesmo tempo me solidarizar com toda a
comunidade afetada.
Há cerca de 3 anos, presenciamos ocorrência similar em “Mariana”, MG. Na
época percorri o local, participei de movimentos de apoio arrecadando
alimentos, água mineral, donativos diversos, visando amenizar o
sofrimento das famílias vítimas do acidente. Tínhamos como certo de que
àquela catástrofe seria um alerta aos órgãos responsáveis para enrijecer a
fiscalização dos órgãos pertinentes, proporcionando segurança e
minimizando a possibilidade de novas catástrofes. No entanto, a julgar
pelos resultados, vê-se que estávamos errados, pois, a catástrofe de
“Brumadinho” – apesar de ter impacto ambiental menor – é sem dúvida
alguma, muito mais grave em relação a perca de vidas humanas.
A recuperação da região para minimizar o impacto dessa catástrofe – que é
um importante pólo turístico -, não vai apagar o trauma das vítimas, muito
menos trazer vidas de volta, mas, fazê-la com competência, rapidez e justiça,
é um dever do Estado. Por outro lado, atrelar a responsabilidade das
empresas envolvidas – direta ou indiretamente -, poderá evitar ocorrências
similares.
Mais uma vez, em nome do “Patriota 51”, agremiação partidária que
presido a nível nacional, quero me solidarizar com as vítimas de
“Brumadinho”, MG, ratificando que através de nossos representantes,
faremos linhas de debates no Congresso e Senado, para fiscalizar, criar leis
e instrumentos que no futuro possam evitar tragédias dessa natureza.
Afinal, nenhum valor agregado à exploração de riquezas minerais pode ser
mais importante do que a preservação da própria vida do ser humano.
Adilson Barroso – Presidente Nacional do Patriota 51

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar