Artigos

Defesa que Bolsonaro faz do agronegócio estimula filiações e pré-candidaturas pelo Patriota em MT

Marcos Figueiró
Secretário de Comunicação PATRI/MT

A defesa que o pré-candidato a presidente da República Jair Messias Bolsonaro faz publicamente do agronegócio está resultando num aumento significativo de filiações ao partido dele, o Patriota, em Mato Grosso. Segundo o presidente do partido no Estado, Milton Rodrigues, entre os novos filiados há muitos que se sentem estimulados a pensarem em se lançar candidatos em 2018, o que é recebido com entusiasmo pelo partido.

“Os produtores vêem no Bolsonaro uma esperança para um setor que nos últimos governos tem sido realmente sacrificado com impostos, com infraestrutura deficiente e com uma legislação que cada vez mais penaliza quem produz. E o Bolsonaro é quem tem coragem de propor justamente o contrário e é quem tem moral para dizer que vai realmente enfrentar isso de frente e cumprir”, explica Milton Rodrigues.

De acordo com o Patriota mato-grossense, desde o anúncio de que o partido pretende lançar Bolsonaro para disputar as eleições do ano que vem, a agremiação saiu de 6 executivas municipais para 55 e de menos de mil filiados para 4 mil. Entre os novos filiados, muitos estudantes, um público jovem que acompanha o Bolsonaro nas redes sociais, membros do movimento Direita Mato Grosso, muitos militares e pessoas ligadas a segurança pública, e um número considerável de pessoas ligadas ao agronegócio.

“Hoje já temos quatro pré-candidatos que são pessoas ligadas ao agronegócio, que se filiaram justamente atraídos pelas propostas do Bolsonaro”, conta Milton ao anunciar os produtores rurais Roberto Barra pré-candidato a senador, Gilberto Possamai e Zeferino Bortolon pré-candidatos a deputado federal, e Iago Mella pré-candidato a deputado estadual. Segundo o partido, em Alta Floresta há a expectativa de lançamento de mais uma candidatura ligada ao agronegócio.

Para o agronegócio, os pré-candidatos do Patriota defendem as propostas de Bolsonaro como mais segurança no meio rural, a garantia do direito de legítima defesa e o fortalecimento da capacidade de produção com diminuição da carga tributária, com condições de igualdade na exportação, a abertura de novos mercados e com rodovias e ferrovias com infraestrutura de qualidade, além de segurança jurídica com a garantia do direito de propriedade.

PATRIOTA – Bolsonaro assinou simbolicamente a ficha do Patriota há alguns dias e aguarda a abertura da janela partidária – em março de 2018 – para se filiar ao Patriota que pretende lançá-lo candidato a presidente em 2018. Em mensagem aos filiados do Patriota, gravada ao lado do presidente nacional Adilson Barroso, Bolsonaro confirmou que a filiação é certa, o que estimulou novas filiações ao Patriota em todo o País.

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Close
Close