Patriota Nacional

Estadão coloca Ranalli, do Patriota-MT, entre as 50 novas caras da política nacional

This section contains some shortcodes that requries the Jannah Extinsions Plugin. Install it from the Theme Menu > Install Plugins.

Marcos Figueiró – Secretário Comunicação PATRI/MT

Rafael Ranalli foi o único pré-candidato mato-grossense apontado pelo Jornal O Estado de São Paulo (Estadão) como um dos 50 perfis de pré-candidatos a deputado federal que despontam na corrida eleitoral em todo o Brasil. Segundo o jornal, o levantamento tem por objetivo mapear, nos 26 Estados e no Distrito Federal, aspirantes ao primeiro mandato de deputado federal que tenham relevância nas redes sociais.

[tie_index]Rafael Ranalli[/tie_index] Sobre Rafael Ranalli a reportagem indica que é de Mato Grosso, tem 38 anos, e é filiado ao Patriota – partido que em 2018 deve lançar Jair Bolsonaro para disputar a presidência do País. Ranalli foi escolhido, segundo o Estadão, por registrar uma média de 101,93 likes por post, com 1.959 usuários de redes sociais engajados, registrando interações totais de 8.003. “Garantir um bom desempenho nas redes é considerado um diferencial para as eleições de 2018”, diz o Estadão.

Rafael Ranalli“Diretor jurídico do Sindicato dos Policiais Federais em Mato Grosso, é formado em Jornalismo e Direito e é escrivão da Polícia Federal desde 2004”, afirma a reportagem ao informar que Ranalli nunca ocupou cargo de confiança ou disputou eleições.

A ESCOLHA – Segundo o jornal, os possíveis candidatos ao Congresso retratados foram escolhidos pelos critérios de atuação relevante nas redes sociais, nenhum mandato anterior como deputado federal, e no máximo dois mandatos eletivos na carreira política (vereador, prefeito ou deputado estadual). Ex-governadores e ex-senadores não foram considerados por serem figuras com alta exposição prévia, indica o Estadão. Foram priorizados os aspirantes ao Congresso com o maior número de seguidores brutos nas redes sociais, antes da análise de métricas de influência.

LAVA-JATO – Em outra matéria do Estadão, Ranalli é novamente citado

O Estadão voltou a citar Rafael Ranalli, de Mato Grosso, em uma matéria que contava que “No rastro da Operação Lava Jato, federação de policiais quer lançar 24 candidatos em 2018”. Segundo a matéria, dos 24 policiais que a Fenapef quer lançar, até agora só 14 deram certeza que estarão na disputa. Ainda de acordo com a reportagem, em 2016. foram eleitos 23 agentes para vereadores e prefeitos, em 14 Estados.

Segundo a reportagem, o grande diferencial de 2012 para 2016 foi a Operação Lava Jato, que manteve a Polícia Federal nas manchetes de jornais e a levou até ao cinema. “Em tese, a gente está se aproveitando do momento”, reconheceu o presidente da Fenapef, Luis Boudens. “Agora a polícia vai resolver a política de dentro. Em várias unidades, temos colegas convidados pela própria população”, disse Boudens ao Estadão.

Tags
Mostrar mais

Artigos Relacionados

2 Comments

  1. Meu nome é Reginaldo Amaro da Silva.
    Meu sonho é ser candidato a um cargo político
    Quero me filiar ao patriota porque gosto muito do partido
    Como faço pra me filiar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close