O Presidente

O Presidente – Deputado Estadual – SP. 2003/2007

Nasci em 14 de junho de 1964 em um povoado chamado Manda Saia, município de Leme do Prado, região de Minas Novas, Norte de Minas Gerais. Aos três anos de idade, mataram meu pai com um tiro. Na época, ele tinha 27 anos.

A vida, que era difícil, ficou muito pior para mim e minha família. Aos seis anos, mudamos para Belo Horizonte, onde fomos morar em uma favela. Para sobreviver, catávamos papelão nas ruas daquela cidade, isso até os oito anos de idade, quando, então, minha mãe resolveu mudar para o Estado de São Paulo, incentivada pela esperança de morar em uma fazenda para trabalhar na lavoura.

Ao chegarmos em São Paulo, capital, ficamos alguns dias em um albergue e de lá fomos morar no município de Fartura/SP. Foi quando uma pessoa nos orientou que a região de Ribeirão Preto era a melhor para a atividade de corte de cana. Fomos para essa região e achamos uma fazenda no município de Sertãozinho, onde moramos por quatro anos. Fizemos quatro safras de cana nessa fazenda. Comecei a cortar cana aos 10 anos de idade, chegamos a ir aos canaviais para trabalhar à 1h da madrugada, quando a lua era cheia, isso para juntar um pouco mais de dinheiro.

Com 14 anos, já era campeão no corte de cana e nas colheitas de algodão e amendoim. Ainda com 14 anos, mudamos para Barrinha, para uma casa que nós compramos com as economias que guardamos. Em Barrinha, trabalhava nas lavouras durante o dia e estudava à noite. Trabalhei na roça até os 20 anos de idade, quando fui para a indústria e, rapidamente, aprendi a profissão de funileiro industrial, no ramo de isolamento térmico. Dentro de pouco tempo, abri uma empresa nesse segmento.

Portanto, Deus me abençoou e pude manter minha família unida até hoje por estar sempre defendendo as coisas certas e por estar sempre lutando para o bem. Em 1988, um líder político da cidade me convidou para ser candidato a vereador, mas eu não aceitei. Depois de algumas insistências, fui conversar com o meu pastor sobre o assunto e ele me animou, pediu para ajoelhar, pegou um pouco de óleo, orou, me ungiu e falou, vai, saia candidato que você não vai perder, e assim o fiz.

Saí candidato a vereador e, como o pastor me falou, ganhei as eleições em primeiro lugar do partido, como comprova o meu primeiro diploma. Daí para frente, nunca mais perdi uma eleição. Já foram cinco. Até a eleição para deputado estadual, ganhei.

No mês de julho de 2004, fui escolhido para o cargo de “Deputado Diplomata”, para defender a paz no mundo, parlamento este sediado na cidade de Palermo, na Itália.

Em dezembro de 2004, fui escolhido presidente estadual do Partido Social Cristão – PSC e em março de 2005 fui eleito 4º secretário da Assembleia Legislativa, quando entrei para a história da região de Ribeirão Preto como um dos poucos deputados estaduais a fazer parte da mesa diretora.

Trajetória Política
Close