Notícias

Em três anos, mais de 1600 serviços públicos foram digitalizados

A digitalização faz parte da Estratégia de Governo Digital e busca simplificar a vida do cidadão

Solicitar a carteira digital de trânsito e o seguro-desemprego estão entre os serviços que antes eram acessíveis apenas presencialmente e já estão disponíveis por meio digital, evitando que o cidadão se desloque, gaste tempo e dinheiro. Em três anos, 1.666 serviços públicos foram transformados em digitais e podem ser acessados pela internet na plataforma gov.br.

Dos cerca de 4.900 serviços oferecidos pelo Governo, 73% já estão digitalizados, de acordo com o Ministério da Economia. E já chega a 122 milhões o número de cidadãos que têm cadastrado o login único do gov.br. O login único facilita a vida do usuário, permitindo que ele memorize apenas um login e uma senha e não tenha que preencher diversos cadastros e memorizar nomes de usuário e senhas diferentes para cada site ou aplicativo dos órgãos públicos.

Os serviços mais acessados no gov.br são: sacar o abono salarial, consultar CPF, obter a carteira de trabalho, obter o certificado nacional de vacinação Covid-19, solicitar certidão para saque de PIS/Pasep/FGTS e obter passaporte.

Levar serviços públicos ao cidadão também na versão digital faz parte da Estratégia de Governo Digital para o período de 2020 a 2022 que busca oferecer políticas públicas e serviços de melhor qualidade, mais simples, acessíveis a qualquer hora e lugar e a um custo menor para todos.

A carteira de trabalho digital, por exemplo, começou a ser fornecida no mesmo dia da solicitação, o que antes demorava em torno de 17 dias no modelo físico do documento.

Um caso em que a transformação digital proporcionou ganhos de eficiência para a gestão pública é o caso da emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia. De acordo com o Ministério da Economia, a emissão demandava no país inteiro o trabalho de 950 funcionários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Com a disponibilização do serviço digital, esse número foi reduzido para 258 e os demais servidores foram remanejados para outras áreas com maior demanda do órgão e maior complexidade nas tarefas.

Outro serviço que foi implantado no ano passado, na forma digital, e alcança um grande número de pessoas é a solicitação de Registro de Pescador Profissional, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A estimativa é de beneficiar 1,2 milhão de profissionais e gerar uma economia de R$ 83,6 milhões por ano, sendo 93% desse valor para o cidadão e o restante, para os cofres públicos.

Para este ano, a meta do Governo Federal na área digital é chegar a 100% dos serviços do gov.br digitalizados e ampliar o número de usuários da plataforma, de acordo com o Ministério da Economia.

Reconhecimento

Em outubro do ano passado, o Brasil foi reconhecido pelo Banco Mundial como o sétimo país com a mais alta maturidade em Governo Digital no mundo. O resultado foi medido no GovTech Maturity Index 2020, um ranking que avalia o estado atual da transformação digital do serviço público em 198 economias pelo mundo.

Nas Américas, o Brasil é o primeiro do ranking, acima de Estados Unidos e o Canadá. Entre os 10 primeiros, o Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes. De acordo com o Ministério da Economia, o bom resultado do país é resultado, em grande parte, do avanço da plataforma gov.br.

FONTE: Governo do Brasil

FOTO: Casa Civil

Mostrar mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo